segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

CONHEÇAM OS TIPOS DE SALTO

Tipos de salto:


Agulha – Salto de perfil finíssimo, que lembra uma agulha.
Alto – Todo salto com mais de 2,5 centímetros e nos mais diferentes formatos (cone, carretel, etc.).
Anabela – É um tipo de salto compacto, mais baixo na frente e mais alto na parte de trás.
Plataforma – O salto é compacto, mas tem a mesma altura na frente e atrás.
Quadrado – Salto mais largo e confortável.
Você sabe andar de salto alto?
Uma mulher com o andar medroso, atravessando a rua ou descendo uma escada, com certeza não sabe.
Melhor aprender a subir no salto do que fazer feio.
Comece treinando em casa, com os saltos mais baixos (até 5 centímetros).
Sentindo-se segura, aumente a altura.
Não ultrapasse os 10 centímetros de altura – a cada 5 centímetros fica mais difícil andar.
Saltos vertiginosos, aqueles com 12 centímetros ou mais, ficam mais "equilibrados" com plataforma. Não use para caminhar ou dançar. Só para fazer um número sentadinha.
Prefira sandálias de salto alto amarradas no tornozelo.
Aquela amiga que parece ter nascido de salto alto, e que passa a noite sorrindo e dançando como se estivesse descalça – pode acreditar que ela está morrendo de dor nos pés.
Não caia do salto.
Evite terrenos acidentados, tapetes, pedrinhas finas.
Em gramados e areia: ande na ponta dos pés ou troque o sapato.
Não apoie o peso do corpo sobre os saltos.
Ande mexendo os braços para equilibrar o corpo.
Ensaie em casa com seu sapato de salto, antes de sair para dançar.
Questão de segurança.
Subindo escadas, não tenha vergonha de se apoiar (elegantemente) no corrimão.
Truque para descer: Vire o corpo e os pés um pouquinho de lado, melhora o apoio dos pés e o equilíbrio.
Não dirija de saltos altos.
Boa ideia: Mande colocar solas antiderrapantes em seus sapatos de todos os dias. Nunca nos de festa, que ficam pesados e deselegantes.