domingo, 22 de janeiro de 2012

TIPOS DE TECIDOS

Albene: Tecido produzido com fio de acetato opaco.
Algodão: Qualquer tipo de tecido feito com fibras de algodão.
Alpaca: Tecido de algodão ou viscose empregado em forros de roupas.
Brim: Tecido forte de algodão que se assemelha ao coutil, jeans, denim.
Brocado: Tecido com desenhos em relevo realçados por fios de ouro ou de prata.
Cambraia: Tecido de algodão ou de linho leve, para camisas e blusas finas.
Chamalote: Tecido furta-cor e de efeito ondeado, o mesmo que "moiré".
Chamoix: Tecido de algodão que recebe tratamento do tipo da flanela e fica com aspecto aveludado, semelhante à pele de camurça.
Chiffon: Tecido muito fino e transparente, de seda ou de fibras sintéticas.
Chita: Tecido simples de algodão estampado.
Cirrê: Acabamento destinado a dar um aspecto muito liso e brilhante ao tecido.
Crepe: Torção dada a diversos fios, como seda, lã, algodão, viscose, poliéster.
Escocês: Tecido cujos fios são tintos de várias cores para produzir um efeito de xadrez de diferentes tonalidades, ou seja, uma mistura de listras e barras de tamanhos e cores idênticos.
Filó: Tecido transparente, semelhante ao tule.
Flanela: Tecido 100% lã, de peso leve a médio.
Fustão: Tecido natural ou sintético, de algodão, linho, seda ou lã.
Gabardine: Tecido bem estruturado, de algodão ou fio sintético.
Gaze: Tecido de algodão muito leve e transparente.
Guipure: Tipo de renda fina feita à mão e transparente.
Jersey ou jérsei: Tecido de malha leve, muito usado para lingerie.
Lã: Fibra natural de origem animal (ovelhas, camelo, alpaca, cabras de Angorá e de Kashmir, lhama e vicunha).
Laise: Tecido leve de algodão, com aplicação de bordados.
Lamê: Tecido liso ou jacquard, utilizando em sua trama fios metálicos.
Linho: Tecido feito com fibra natural de origem vegetal e de aspecto rústico.
Matelassê: Tecido jacquard ou maquinetado, onde os motivos são em alto-relevo (tipo “cloquê”).
Moletom: Estrutura de malha de lã macia, quente, aflanelada dos dois lados.
Musseline: Tecido muito leve e transparente, com toque macio e fluido.
Organdi: Tecido levemente semelhante à musseline, com acabamento engomado.
Organza: Tecido fino e transparente, de trama simples, e mais encorpado e armado que o organdi.
Piquet ou piquê: Tecido jacquard com efeito de aspecto “costura” ao redor dos motivos.
Schappe: Fio produzido a partir da borra de seda.
Seda artificial: Fio artificial feito a partir de produtos naturais, mas com processo mecânico.
Seda natural: Fibra natural proveniente do casulo que cobre o bicho-de-seda, utilizada em tecidos de alta qualidade.
Shantung: Termo utilizado para qualquer tecido grosso de aspecto irregular.
Tafetá: Tecido lustroso e armado, de seda ou de poliéster, de trama finíssima e leve nervura no sentido da trama.
Tricoline: Tecido de construção de tela com a leveza e a resistência do algodão penteado mercerizado.
Tule: Tipo de renda, semelhante ao filó de algodão ou poliamida, com malha redonda que produz um tecido leve, armado e transparente.
Veludo: Tecido muito antigo, criado na índia, que apresenta no lado direito um aspecto peludo, macio e brilhante.
Viscose: Fibra artificial cujo fio é semelhante ao algodão.
Voile: Tecido do tipo da musseline, porém mais pesado.